logo-site

O Futuro É Vortex - Capa

Os Replicantes entram na minha lista de bandas que trocaram de vocalista e perderam um fã, sempre preferi o Wander Wildner, mas gostei muito da fase com Carlos Gerbase no vocais, eu considerava umas das minhas bandas nacionais preferidas, por levar um som  simples, no começo as apresentações ao vivo parecia que não ia sair nada, o improviso e superação me deixam alegre por lembrar dos Ramones. Apesar de a banda seguir firme e ainda estar muito boa com a Julia Barth, a banda gaúcha Os Replicantes sem Wander ou até mesmo Gerbase não é a mesma coisa, toda a sujeira, “breguice” e “ogrice” do vocal era a essência do punk rock.

O Futuro é Vortex (1986) é o primeiro cd da banda (foi lançado um compacto em 1985) e meu favorito, destaque para as músicas Surfista Calhorda e Boy do Subterrâneo.



Site Oficial

Gostou do Post? Compartilhe:

Estamos ganhando cada vez mais espaço na mídia, skatista ser tratado como vagabundo ou marginal só rola com quem tem a cabeça muito fechada e parou no tempo, a evolução é constante, temos centenas de marcas no mercado e muitas outras surgindo de tempo em tempo, andar de skate é uma profissão e ninguém pode negar, infelizmente no país e principalmente aqui no Espírito Santo é uma profissão difícil de se conseguir sucesso financeiramente, mas todos conseguem se virar, dos meus amigos do skate quem já não é mais patrocinado pelo pai corre atrás e busca uma formação ou já está com um emprego, então isso de vagabundo não rola mais, hoje em dia é comum principalmente no verão ver nossa Camburi ou as pistas de skate lotadas de novos praticantes, as vezes isso atrapalha, gera a famosa proibição de verão, mas no final é nosso skate aparecendo mais na mídia.

Rony Gomes

Uma prova disso é um clube tradicional de futebol como o Corinthians investir e patrocinar uma “atleta” de skate.  Quem assistiu o mundial de vertical (a final passou em tv aberta no último dia 03) viu o Rony Gomes competindo com a camisa do Corinthians foi no mínimo diferente e chamou a atenção, eu pessoalmente costumo sempre ficar observando que marca patrocina o atleta, qual camisa ele está usando, qual tênis, a marca de joelheira e até os adesivos no capacete e ver uma camisa do Corinthians no meio das marcas de skate me chamou a atenção.

Mas podemos pensar que o Corinthians estar patrocinando o atleta agora que ele está dando resultado é mais fácil, estão aproveitando a imagem do rapaz para divulgar ainda mais a marca em um setor nunca explorado, é verdade, mas por outro lado, repito, é nosso skate aparecendo mais na mídia. Só espero que o clube não abandone o atleta para cortar custos igual ocorreu com atletas de natação a pouco tempo.

Como falei no começo, é muito difícil um brasileiro resolver tudo por aqui, quando estava pesquisando sobre o Rony para escrever esse post encontrei uma entrevista feita no ano passado em que ele destacava que “um skatista brasileiro não consegue evoluir se não viajar”, sendo assim, cansado de viajar para treinar, com o apoio do patrocinador ele construiu a única pista de half-pipe do Brasil dentro dos padrões internacionais de competição em Atibaia-SP.

Vídeo muito legal sobre a construção da rampa de Atibaia e lembrando da rampa do Cristiano Mateus da Ultraskate:


“O governo poderia ajudar mais a gente, já provamos de uma vez por todas que o skate não é coisa de marginal.” – Rony Gomes

Quem quiser conhecer um pouco mais o Rony Gomes e ler a entrevista completa é só clicar AQUI.

Gostou do Post? Compartilhe:

Grind Manobras RadicaisA história desse filme de 2003 gira em torno de 4 amigos que tem o sonho de se tornarem skatistas profissionais e para isso largam escola e trabalho para ir atrás de uma equipe que participa de uma turnê com a intenção de ter suas manobras notadas e serem contratados. O legal do filme fica na parte das camisetas usadas por todos os atores, podemos ver as mais variadas marcas de skate do mundo, é um filme divertido de se ver, tem algumas cenas bem engraçadas e participações de Bam Margera, Bob Burnquist e Mike Vallely.

Gostou do Post? Compartilhe:

logo ACSK    O projeto do skatepark do Tancredão foi uma Vitória para o skate capixaba no ano de 2012, o projeto foi acompanhado de perto desde o início pela Associação Capixaba de Skate  e pelo Jorge (Push Skate), apesar de ser muito pouco para quantidade de skatistas do nosso estado, hoje é o que existe de melhor na Grande Vitória.

 

Para quem ainda não conhece, o Tancredão Skatepark fica no bairro Mário Cypreste próximo a rodoviária de Vitória.

Para saber mais acesse: ACSK

Gostou do Post? Compartilhe:

Considerado pela crítica e pelos fãs o melhor cd da carreira da banda, “Punk in Drublic”(1994) foi o primeiro cd (usado e arranhado) do NOFX que comprei ainda na adolescência por apenas alguns reais, tenho como destaque em minha coleção até hoje como uns dos cd’s mais escutados na época do discman.

NOFX Punk In Drublic

O NOFX entra para lista de banda “das antigas” que não deixou nenhum tipo de moda influenciar no seu som, a banda esta ativa de 1983 e manteve sempre seu estilo de hardcore californiano com guitarras rápidas, vocais alternando entre Fat Mike, El Hefe e Eric Melvin, mas na maioria das vezes por Fat Mike que também leva os graves da banda com uma técnica incrível, backing vocais muito bem elaborados e letras engraçadas e que muitas vezes que incomodam os políticos americanos.

 

Gostou do Post? Compartilhe: